A Coruja Branca

23:28

A Coruja Branca

A Coruja Branca

Em minha casa entre as árvores ouço o rumor da noite.
O vento escorraça os astros crepitantes
As montanhas descem em direcção ao mar como rebanhos
que não tivessem esperado a licença da aurora para
a migração necessária.
E a erva cresce.
E a água corre.
E o mundo recomeça
como uma palavra interrompida.
E as nuvens caem do céu e rastejam no caminho danificado pelas chuvas de janeiro.
Um pio atravessa a folhagem murmurante.
A coruja branca, minha irmã sedentária,
vigia na escuridão o mundo abandonado
por tantas pálpebras fechadas.

Lêdo Ivo

A coruja branca

Você também poderá gostar:

23 comentários

  1. Boa tarde, como vai? que belo poema, achei super interessante a forma como você retratou essa coruja branca. As palavras me encantaram que ao mesmo tempo me vez pensar como se eu fosse uma coruja branca pelos ultimos acontecimentos em minha vida. beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Fiquei impressionada com o poema. Retratou a coruja branca como uma sentinela, uma vigilante, enquanto a sociedade corrupta fecha os olhos para as coisas ruins que acontece. A coruja branca são esses guerreiros vigilantes que lutam pela igualdade. Foi assim que interpretei seu poema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o que percebi também! Amo a forma como as corujas olham, sempre vigilante e lindas! Sou apaixonada por elas! Abraços

      Excluir
  3. Lindo o poema!!! A coruja simboliza sabedoria.
    Com criatividade e sabedoria conseguimos enfrentar as adversidades como fonte de aprendizado e crescimento!
    Parabens, beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá. Como vai? Amo seu blog e o layout é lindo.
    Gostei muito do poema, é profundo e se pararmos para analisar podemos aprender muito com ele. Cada um temos um pouquinho dessa coruja em nós.
    beijos.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa, que bom que gostou! Volte sempre! abraços

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Que poema lindo acompanhado de uma bela imagem que nos faz voar junto com o poema. A coruja branca com os olhos abertos nada se esconde, infelizmente a humanidade não é igual a coruja a humanidade fecha os olhos, a coruja ela fica atenta a cada movimento da noite, belíssimo poema, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucimar, que bom que gostou! Esse poema realmente é belo! Devemos ser como a coruja, sempre com os olhos abertos! Abraços

      Excluir
  7. Beatriz que linda poesia, sempre achei as corujas animais lindos e não sei porque sempre achei misteriosos também. Tenho uma lembrança muito boa com coruja, me senti protegida em um determinado momento da minha vida por uma e o poema do Lêdo me trouxe essa lembrança cheia de emoção, grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Anna! Eu sou uma apaixonada por corujas! Teve uma época que eu sempre sonhava com uma, uma amiga disse que seria a minha guardiã! Abraços

      Excluir
  8. Lêdo Ivo, grande poeta, jornalista, romancista, que deixou obras para embalar nossa imaginação. Excelente escolha a de publicar este poema em especial. Obrigada por compartilha-la.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! E esse poema estava escondido lá no começo do blog! Que bom que gostou! Abraços

      Excluir

  9. Amo corujas. E ganho de alguns amigos que sabem que acho bela a postura de uma coruja.
    Linda piesia.Lêdo Ivo é um clássico de nossa poesia ...
    Gratidão por compartilhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Admiro as corujas ao extremo, tenho uma aqui na mesa de trabalho! Abraços

      Excluir
  10. Cada um com sua personalidade, mas no fundo sempre mora a tal coruja branca, lindo poema. Bjo

    ResponderExcluir
  11. Oi tudo bem?
    Adorei o poema, não conhecia Ledo Ivo mas gostei da maneira como ele retratou a coruja branca.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá! :)
    Bonito poema e bonita coruja!
    As corujas sempre me transmitem uma sensação de plenitude e de paz. Não é à toa que se consideram um símbolo da sabedoria...
    A minha filha mais velha ama corujas e tem até um quadro com uma, pintado por um amigo dela e colega de trabalho, enquanto viveu em Inglaterra.

    Beijinhos

    https://magarosa3.blogspot.pt/
    (Rosa Rosa)

    ResponderExcluir
  13. Belo poema, gostei muito faz refletir e o coruja é símbolo da paz, que traz a tranquilidade e acho ate ele bonito rs,gostei e parabéns pelo seu post

    ResponderExcluir
  14. Uau, adorei, acredite mesmo que sim!
    Não sei o que hei-de dizer no comentário, simplesmente adorei, você tem um jeito muito notável!
    Bjs de Portugal :)

    ResponderExcluir
  15. Que poema lindo adorei este poema teve uma época da minha vida que li muito poemas e este ficou maravilhoso você leva jeito para escrever escreva mais querida beijos sucesso para você sempre linda

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo!

- Dê sua opinião sobre o assunto, me conte o que achou do post, Me diga o que acha do blog!
- Você pode também fazer criticas construtivas.
- Caso queira, deixe o link do seu blog no final do comentário, e com certeza farei uma visitinha lá.
Volte Sempre!

Últimos Posts

Traduzir

Eu Participo

Eu Sou do CBBlogers
Agenda dos Blogs - Blog de divulgação de blogs
 TREND BLOGGERS
Divulgar Links Divulgar Blogs Trends Tops Agregador de Links EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! Camaleão - Links Interessantes