Mostrando postagens com marcador Leitura. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Leitura. Mostrar todas as postagens
24 de dezembro de 2018

Lindos Poemas Sobre os Cactos

Lindos Poemas Sobre os Cactos

Olá Pessoal, Como estão? E chegamos a mais um final de ano e para concluir nossa série de Leituras aqui no blog, eu trago vários textos lindos sobre os cactos. Espero que gostem, e vamos lá! 

CACTOS

"O DESERTO ME FAZ AO DIA MORRER DE CALOR
E NAS NOITES SOFRER DE FRIO

COMO A PLANTA QUE VAI MORRENDO QUANDO NÃO CUIDADA POR QUEM A PLANTOU.
VOCÊ PLANTOU O AMOR EM MIM E AGORA ME DEIXOU..
MAS AS RAÍZES DESSE SENTIMENTO TORNASSE CADA VEZ MAIS PROFUNDAS, A VISTA DA NECESSIDADE DE BUSCAR EM MIM MESMO O QUE DEIXASTE DE ME DAR.. ASSIM, COMO CACTOS, VOU SOBREVIVENDO NO DESERTO DESSA VIDA..
ARMAZENANDO DENTRO DE MIM..AS AGUAS DO AMOR QUE TU ME DESTE."


"Se até os cactos que são cobertos de espinhos, 
têm flores lindas para mostrar... 
então qualquer ser humano por mais frio que seja,
em algum momento terá sempre um pouco de amor para dar."


"Tem uma flor me esperando pra me dar a honra de vela em sua extrema exuberância, os cactos tem espinhos, mas floridos mostram a beleza da estrema natura da flor."


"Quando deixo o casulo...
A borboleta em mim prefere os cactos.
A perplexidade do ardor das cores,
Florescem ousadas,
Por entre as folhas reduzidas a espinhos."


Espero que tenham gostado e beijos e até a próxima!

Me Acompanhe também:


22 de outubro de 2018

Lindos Poemas Sobre as Orquídeas

Lindos Poemas Sobre as Orquídeas

Bom dia pessoal, como estão? Hoje eu trago lindos poemas e poesias sobre as Orquídeas! Estava navegando pelo site O Pensador e me deparei com esses lindos textos de vários autores, espero que gostem de alguns que trouxe aqui.


"Por influência de minha mãe, sou apaixonada por orquídeas...

Olho para as rosas e são lindas... Mas, ao mesmo tempo, sua beleza não me cativa. Não fico olhando para rosas, cobiçando-as... Me é indiferente recebê-las...

Porém... Ao olhar uma orquídea o meu desejo imediato é levá-la comigo.

Sua beleza é subjetiva, não se mostra ao primeiro olhar, 
a menos que a ames. A beleza da orquídea tem um quê de misterioso, é preciso apreciá-la para achá-la bela.

Orquídeas são exóticas, selvagens e independentes. Elas crescem agarradas a outras plantas sem prejudicá-las...
Dão flores apenas se o local e o ambiente forem de seu agrado.

São voluntariosas e cheias de caprichos. Estão constantemente a nos dizer: faço as coisas do meu jeito."



"Paciência e cuidado são coisas fundamentais em nossas vidas.

Todos quando veem a linda flor de uma orquídea, admiram a sua beleza, mas poucos sabem que ate ela liberar a primeira flor, é preciso muita paciência e cuidado, se você tiver paciência e cuidar bem, será retribuído com um linda flor. são três anos de dedicação e muita paciência. E isso vale para tudo na vida, tudo tem seu tempo!. "



"Orquídeas 
Hoje perdi uma flor do meu jardim, acho que murchou, acho que morreu. Será culpa do frio? Será que o frio sou eu? A flor era tão linda, tão linda e se perdeu. Esqueceu-se de tudo, esqueceu quem lhe colheu. Acho que o frio sou eu. Cada pétala era ouro, cada flor é um tesouro. Qual a flor preferida? Será que são minhas orquídeas? E a culpa é de quem?"



Espero que tenham gostado, um beijo e até a próxima!

Me Acompanhe também:


20 de agosto de 2018

Música Poema: Eu te Amo de Chico Buarque

Música Poema: Eu te Amo de Chico Buarque

Olá, como estão? Hoje trago uma música poema de Chico Buarque que acho muito linda! Espero que gostem!

EU TE AMO

Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir

Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir

Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir

Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu

Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu

Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios inda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair

Não, acho que estás só fazendo de conta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir

Espero que tenho gostado desse lindo poema de amor. Um beijo e até a próxima!


Me Acompanhe também:
18 de junho de 2018

Ipê Amarelo um Poema de Dora Tavares

Ipê Amarelo um Poema de Dora Tavares, textos, poemas

IPÊ AMARELO

Dentre a relva,
ainda queimada pelo frio,
ressurgem os ipês,
magníficos, por toda parte.
Generosos,
atapetam o chão,
com seu ouro em cálices:
- uma tela -
sem assinatura,
que se expõe
sem expectador,
uma pintura.
Uma explosão de cor
que se engalana no tempo certo.
Majestoso,
ele se seculariza numa sucessão
de infindáveis primaveras.
Depois se disfarça,
entre verdes iguais,
para guardar,
mais uma convocação
da mãe natureza.


Dora Tavares.

Fonte: https://www.recantodasletras.com.br/poesias/1909882

Espero que tenham gostado. Beijos e até a próxima!

Me Acompanhe também:


16 de abril de 2018

As 10 Frases mais Lindas de Khalil Gibran

As 10 Frases mais Lindas de Khalil Gibran, frases marcantes, amor, alegria, amizade

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Outro dia eu já estava deitada e me veio a ideia de trazer para vocês algumas frases marcantes de um escritor que simplesmente acho o máximo: Khalil Gibran!

Para quem não conhece, Gibran Khalil Gibran (جبران خليل جبران بن ميکائيل بن سعد; em siríaco: ܓ̰ܒܪܢ ܚܠܝܠ ܓ̰ܒܪܢ; Bicharre, 6 de janeiro de 1883 – Nova Iorque, 10 de abril de 1931, também conhecido como Khalil Gibran), foi um ensaísta, filósofo, prosador, poeta, conferencista e pintor de origem libanesa. Seus livros e escritos, de simples beleza e espiritualidade, são reconhecidos e admirados para além do mundo árabe. Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Khalil_Gibran

Top 10 frases de Khalil Gibran


Vamos as 10 frases que na minha opinião são as mais bonitas:

1. "No amor, fiquem juntos, mas não tão juntos, pois os pilares do templo ficam bastantes afastados e o carvalho e o cipreste não crescem um na sombra do outro."

2. "A simplicidade é o último degrau da sabedoria."

3. "Deve existir algo estranhamente sagrado no sal: está em nossas lágrimas e no mar..."

4. "Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, não sou grato a esses professores."

5. “O amigo é a resposta aos teus desejos. Mas não o procures para matar o tempo! Procura-o sempre para as horas vivas. Porque ele deve preencher a tua necessidade, mas não o teu vazio.” 

6. "Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir."

7. "Tartarugas conhecem as estradas melhor do que os coelhos."

8. "Um livro e como uma janela. Quem não o lê, é como alguém que ficou distante da janela e só pode ver uma pequena parte da paisagem."

9. "A música é a linguagem dos espíritos."

10. "Uma voz não pode transportar a língua e os lábios que lhe deram asas. Deve elevar-se sozinha no éter."

Então é isso, espero que tenham gostado e até a próxima.

Me Acompanhe também:



12 de fevereiro de 2018

O poder da Coruja

O poder da Coruja

Corujas são lindas, andei procurando algum texto legal sobre elas e encontrei esse:

A coruja é a ave soberana da noite. Para muitos povos ela significa mistério, inteligência, sabedoria e conhecimento. Ela tem a capacidade de enxergar através da escuridão, conseguindo ver o que os outros não veem. A coruja simboliza a reflexão, o conhecimento racional e intuitivo. Na mitologia grega, Atena, a deusa da sabedoria e da guerra, tinha a coruja como símbolo. Atena ficou tão impressionada com a aparência da coruja, que a tomou como sua ave favorita. Ela é também escolhida como mascote dos escoteiros, cursos universitários de Filosofia, Pedagogia e Letras. 

corujas


Havia uma tradição que dizia que quem come carne de coruja, adquire seus dons de previsão e clarividências, mostrando poderes divinatórios. Enquanto todos dormem a coruja fica acordada, com os olhos arregalados, vigilante e atenta aos barulhos da noite. Por isso, representa para muitas culturas uma poderosa e profunda conhecedora do oculto. A coruja tem a particularidade de conseguir girar o pescoço, quase atingindo um ângulo de 360º, para observar algo ao seu redor, permanecendo com o resto do corpo sem o menor movimento. O que amplia seu angulo de visão, muito superior ao do ser humano. Sua grande capacidade de visão e audição as torna exímias caçadoras. 

Conta-se, que em uma língua nórdica antiga, ela era chamada de "Ugla", palavra que imita o som do seu canto, e que daria origem ao termo "Ugly", feio em inglês. É interessante que ao identificar um animal para símbolo disso ou daquilo, a cultura universal escolhe àqueles de aparência esquisitas. Como o sapo, símbolo da fartura e boa sorte, e a águia símbolo da transformação do ser humano. Conforme a história, diferentes civilizações adotaram estranhos animais para simbolizar a sabedoria. Como a tartaruga para os chineses e um peixe para os Celtas. 

No esoterismo que envolve parte da simbologia da Coruja, encontramos uma sociedade secreta chamada Bohemian Club, fundada em 1872, em São Francisco, EUA, onde os membros se reúnem periodicamente. Anualmente, a sociedade convida para um grande encontro, homens poderosos da elite, e o encontro é realizado em um grande bosque chamado Bohemian Grove, onde há uma grande pedra em forma de coruja no centro. O termo "coruja", geralmente, também é usado para referir-se ao pai ou a mãe, que ressaltam com certo exagero, as qualidades dos filhos, mas também é estendido a outros familiares como tios, avós e outros. 

corujas


A coruja nas mais diferentes culturas

África do Sul: A coruja é a mascote do feiticeiro zulu. E no xamanismo é reverenciada por enxergar a totalidade.

Argélia: A crença diz que colocar o olho direito de uma coruja na mão de uma mulher dormindo, fará com que ela conte segredos.

Austrália: Os aborígenes acreditam que a coruja representa o espírito da mulher. O espírito do homem é representado pelo morcego.

Babilônia: Origem do mito de Lilith, onde amuletos de coruja protegiam as mulheres durante o parto. O mito foi citado pela primeira vez no épico Gilganesh, escrito em 2000 A.C. . Lilith era uma linda jovem com pés de coruja, que denunciavam sua vida notívaga. Ela era uma vampira da curiosidade, que dava aos homens o desejado leite dos sonhos.

Brasil: Matita Perê é uma velha vestida de preto, com os cabelos caídos pelo rosto. Diz a lenda, que ela tinha poderes sobrenaturais e preferia aparecer nas noites sem luar, sob a forma de uma coruja. Na tradição guarani, o espírito Nhamandu, o criador, manifestou-se na forma de coruja para criar a sabedoria. No dicionário, o adjetivo corujeiro é um elogio, e significa agradável e, o melhor, disposto a tudo. No folclore brasileiro, diz que para que os seus filhotes não fossem vítimas de predadores, ela avisava que seria fácil reconhecê-los, eles eram os "mais bonitos" da floresta. Daí o dito popular: "Toda a coruja gaba-se do seu toco", referindo-se ao ninho de seus horríveis filhotes. Assim como uma mãe elogia seus rebentos, mesmo sabendo que eles não têm nada de beleza. 

China: A coruja está associada ao relâmpago. Usar imagens de coruja em casa protege contra os raios.

Estados Unidos: A tradição dos índios norte-americanos, diz que a coruja mora no Leste, lugar de iluminação. Assim como a humanidade teme a escuridão, a coruja enxerga o breu da noite. Onde os humanos se iludem, ela percebe com clareza, acreditavam os índios. Entre os índios americanos, a coruja tinha muito poder: Para os apaches, sonhar com ela significava a morte. Os dakotas viam a coruja como um espírito protetor. Os hopis tinham a coruja como guardiã do fogo.

França: A coruja é o símbolo de Dijon, cidade francesa. Há uma escultura de coruja na Catedral de Notre Dame, e quem passa a mão esquerda nela ganhar sabedoria e felicidade.

Grécia: Os gregos consideravam a noite o momento propício para o pensamento filosófico. Por sua característica noturna, era vista pelos gregos como símbolo da busca pelo conhecimento. Elas faziam seus ninhos na Acrópole, e os gregos achavam que sua visão noturna vinha de uma luz mágica. Ela era símbolo de Atenas, ao lado dos exércitos, na guerra. As antigas moedas gregas (dracmas) tinham uma coruja cunhada no verso.

Índia: Sua carne é considerada uma iguaria afrodisíaca. E também serve para curar dores reumáticas.

Inglaterra: A coruja branca servia para que os ingleses pudessem prever o tempo. Quando a ouviam guinchar, significava que iria esfriar, ou que uma tempestade, estava vindo. Os curandeiros curavam a bebedeira e a ressaca, com ovos de coruja crus. O costume britânico de pregar uma coruja na porta do celeiro para espantar o mal, durou até o século XIX.

Marrocos: O olho de uma coruja, preso em um cordão no pescoço, é um excelente talismã.

Peru: Cozido de coruja serve de remédio para quase tudo.

Roma Antiga: No Império romano, ela era tida como animal agourento. Ouvir o seu pio era presságio de morte iminente. As mortes de Júlio César, Augusto, Aurélio e Agripa, foram anunciadas por uma coruja.


Betty Ziade
Gazeta de Beirute: www.gazetadebeirute.com/2013/06/o-poder-mistico-da-coruja.html

Espero que tenham gostado. Beijos e até a próxima!

Me Acompanhe também:

25 de dezembro de 2017

Alma Negra, Um Poema de Átila Siqueira

Alma Negra, Um Poema de Átila Siqueira


Um pequeno poema de Átila Siqueira - Alma Negra

Minha alma é má,
É negra, é triste,
Sente dor.
Sente falta
Do teu amor.

Minha alma é negra
Como uma triste flor,
Que resiste ao inverno,
Seca, murcha, triste,
Solitária, melancólica,
E vivendo
Uma grande dor.

Minha alma
Tornou-se má,
Tão quanto frio
Tornou-se
Meu coração.
Quando tentava
Provar-te meu amor.
Quando tentava
Provar-te
Minha devoção.

Minha alma
É um poço escuro.
Uma caverna
De solidão.
Um abismo frio
E sem vida.
Um lugar remoto
De dor e desilusão.

Assim é minha alma,
Envolta em neblina densa.
Envolta na neblina da paixão.
Cega por um grande amor.
Mergulhada em uma
Grande escuridão.

Essa é minha alma negra,
Que um dia foi branca,
Como as nuvens
De um dia de verão.
E que escureceu
Por perder as esperanças.
Escureceu por viver na solidão.
Escureceu pela vida sem amor.
Escureceu pela falta de emoção.

Essa é minha alma negra,
Mais negra
Que a própria escuridão.
23 de outubro de 2017

Leitura: Sonhar é Preciso

Leitura: Sonhar é Preciso, sonhos, dreams

Sem sonhos, as pedras do caminho tornam-se montanhas, os pequenos problemas são insuperáveis, as perdas são insuportáveis, as decepções transformam-se em golpes fatais e os desafios em fonte de medo. 

Voltaire disse que os sonhos e a esperança nos foram dados como compensação às dificuldades da vida. Mas precisamos de compreender que os sonhos não são desejos superficiais. Os sonhos são bússolas do coração, são projetos de vida. Os desejos não suportam o calor das dificuldades. Os sonhos resistem às mais altas temperaturas dos problemas. Renovam a esperança quando o mundo desaba sobre nós. 

John F. Kennedy disse que precisamos de seres humanos que sonhem o que nunca foram. Tem fundamento o seu pensamento, pois os sonhos abrem as janelas da mente, arejam a emoção e produzem um agradável romance com a vida. 

Quem não vive um romance com a sua vida será um miserável no território da emoção, ainda que habite em mansões, tenha carros luxuosos, viaje em primeira classe nos aviões e seja aplaudido pelo mundo. 

Precisamos de perseguir os nossos mais belos sonhos. Desistir é uma palavra que tem de ser eliminada do dicionário de quem sonha e deseja conquistar, ainda que nem todas as metas sejam atingidas. Não se esqueça de que você vai falhar 100% das vezes em que não tentar, vai perder 100% das vezes em que não procurar, vai ficar parado 100% das vezes em que não ousar andar. 

Como disse o filósofo da música, Raul Seixas: "Tenha fé em Deus, tenha fé na vida, tente outra vez..." Se você sonhar, poderá sacudir o mundo, pelo menos o seu mundo...
Se você tiver de desistir de alguns sonhos, troque-os por outros. Pois a vida sem sonhos é um rio sem nascente, uma praia sem ondas, uma manhã sem orvalho, uma flor sem perfume. 

Sem sonhos, os ricos ficam deprimidos, os famosos aborrecem-se, os intelectuais tornam-se estéreis, os livres tornam--se escravos, os fortes tornam-se tímidos. Sem sonhos, a coragem dissipa-se, a inventividade esgota-se, o sorriso vira um disfarce, a emoção envelhece. 

Liberte a sua criatividade. Sonhe com as estrelas, para poder pisar a Lua. Sonhe com a Lua, para poder pisar as montanhas. Sonhe com as montanhas, para pisar sem medo os vales das suas perdas e frustrações. 

Apesar dos nossos defeitos, precisamos de ver que somos pérolas únicas no teatro da vida e compreender que não existem pessoas de sucesso ou pessoas fracassadas. O que existe são pessoas que lutam pelos seus sonhos ou desistem deles. 

Augusto Cury, in 'Nunca Desista dos Seus Sonhos'

21 de agosto de 2017

Sobre os Filhos - Khalil Gibran

Sobre os Filhos - Khalil Gibran

" Uma mulher que carregava o filho nos braços disse: 
"Fala-nos dos filhos." E ele falou: "Vossos filhos não são vossos filhos. 

São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma. 

Vêm através de vós, mas não de vós. 

E embora vivam convosco, não vos pertencem. 

Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos, 

Porque eles têm seus próprios pensamentos. 

Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas; 

Pois suas almas moram na mansão do amanhã, 

Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho. 

Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós, 
Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados. 
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.
O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força 
Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe. 
Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria: 
Pois assim como ele ama a flecha que voa, 
Ama também o arco que permanece estável.""

Sobre os Filhos - Khalil Gibran

 
11 de janeiro de 2017

Coisa Estranha...


noite linda
Fonte: Google Imagens


Coisa Estranha!!


Era noite e ventava muito. Me lembro apenas de estar dormindo e pouco depois estava fora de casa no meio do vento com vestido negro bem fluído, balançando ao vento e pés descalços.

Fui andando até encontrar um antigo trailler do meu tio, só que não era um o trailler, era uma passagem para um lugar estranho, com plantas estranhas e pessoas estranhas... (Não lembro o que acontece).

Depois estava sentada com alguns amigos e sinto a presença de vovó me falando para procurar algo dentro de mim, só assim poderia liberar todo meu poder.
Fui treinando meus poderes, podia controlar o vento e alguns animais e conseguia mexer objetos de lugar.... E como sempre minha coruja branca estava comigo.

....Não lembro como  fui parar no lugar... era um corredor que dava para uma sala. Sentia a presença de algo estranho e outra que me chamava. Fui até a sala, lá tinha uma bruxa(algo parecido) muito má ameaçando alguém. Consegui espantar ela com ajuda  de um redemoinho que fiz e da coruja..Ela saiu gritando, grito de gelar alma.

Fui ver quem era a pessoa que ela tava ameaçando e para minha surpresa era amiga minha Adriana, só que ela estava muito mal, parecia hipnotizada/ enfeitiçada.
Depois disso, todos: eu e amigos, sabíamos que devéamaos sair dali. Fugimos para um lugar mais estranho ainda que parecia um teatro abandonado, tinha várias pessoas e um professor de dança, mas o lugar causava arrepios no nosso grupo. Lá arranjaram quartos e banheiros para nós.

Saímos eu, Adriana, Carol e outra amiga que não sei quem é e fomos tomar banho. O banheiro era estranho, tinha dois chuveiros  e uma imensa banheira embaixo, parecia sujo e velho.

Adriana e Carol entraram primeiro, eu e a outra entramos depois. Quando vamos entrando um lagarto amarelo e laranja com umas inscrições na pele sai de dentro de um cano ameaçando pegar a Adriana, conseguimos espantar-lo e tirar Dri de dentro da banheira( parecia hipnotizada). Então lagarto olhou para mim com ódio e reconheci que era a bruxa má de antes. 

Voltamos correndo para parte principal do teatro e fugimos por uma escada velha... E Continuamos fugindo...

Detalhes:

- Todos nós eramos feiticeiros/bruxos/algum ser que conseguia invocar elementos, animais e lançar feitiços.

- Roupas de todos eram vestidos fluidos de várias cores, capas escuras de veludo, calças. Únicas diferentes eram eu e Adriana, ambas usavam mesma roupa: Vestido preto fluido com algumas camadas com tecido branco, mesmos enfeites e jóias, descalças.

- Não lembro em que momento falaram para gente que eramos ligadas pelo espírito e que juntas iriamos acabar com a bruxa má.(se é que era uma bruxa?), por isso eramos iguais(roupas, acessórios), mas cada uma tinha poder que completava o outro.

- Como sempre minha coruja branca estava lá.

Espero que tenham gostado!!!

Beijos e até a próxima
28 de dezembro de 2016

E então o leão se apaixona pelo cordeiro, parte I

joaquimtiagoarte.wordpress.com



E então o leão se apaixona pelo cordeiro


Passos apressados pela floresta cortavam o silêncio que a noite trazia... Nenhum ser noturno fazia barulho, nenhum bicho ou mesmo alguma árvore. Somente se escutava o som de pés descalços pisando o musgo e folhas secas. Não muito longe dali uma delicada figura se movida rapidamente pelas sombras, parecia em busca de algo, quando parou bruscamente, ficando em posição de alerta, com todos os sentidos aguaçados, esperando que algo surgisse na escuridão....

Um forte grito, que mais parecia o rosnado de um bicho raivoso foi ouvido... Estava próximo do amanhecer....

Ele era alto e surgiu da escuridão, fraco, caindo a seus pés. Estava ferido....

- ... O sol ...ajude-me...!!!

Por mais que ela fosse pequena e delicada, forte o bastante para carregar uma pessoa com quase o dobro do seu tamanho e peso. Colocou ele em uma caverna próxima dali e partiu para sua aldeia..... Já tinha amanhecido...

Era uma aldeia simples, com casas feitas de pedra e cobertas com peles, decoradas com ossos e galhos. Seus habitantes eram um povo interessante, divididos em caçadores e guerreiros, altos de pele morena, cabelos pretos e olhos escuros... Apenas uma figura se destacava entre eles...

- Chastity onde esteve por toda a noite..?
- Correndo por aí, ma!!! A noite estava tão tranquila...!!!. Porém em sua mente só penasva na criatura que deixou na caverna. Sabia ela que a noite não tinha sido tranquila..
- Chas, sabe que quando a noite está silenciosa, criaturas das sombras andam por ai?!!!
- Sei, ma. E entrou para seu aposento.

Chastity era uma jovem morena de cabelos negros compridos até os joelhos, enfeitados com ossos e pena, de estatura mediana e corpo delgado, usava algo parecido com saia feito de pele de animais e na parte de cima, nada apenas que um colar de ossos e madeira, tinha tornozeleiras em ambos os pés e braceletes de couro em ambos os braços, sua pele morena era marcada com várias tatuagens que indicavam quem ela era...
Mas o que a diferenciava dos outros da aldeia era a cor de seus olhos, azuis como o céu, todos sabiam que ela era de descendência real, e seria a nova guia da aldeia assim que se casa-se.

- Nãoo!!. Ouve-se um grito no aposento de Chastity. Kauana corre ao encontro da filha, que se levanta e corre em direção da porta e some por entre as sombras das árvores...

Chastity corre em direção a caverna onde deixou a criatura. Ele ainda estava lá.

- Como ainda ele está aqui, já anoiteceu.... Chegando perto ela percebe o quão pálido ele é, mas ainda assim é alto e forte, e frio....
- Salvei sua vida uma vez, vou ter que salvar de novo, você não pode continuar  em nossas terras..

Chas se abaixa para olhar de perto a criatura que fez ter pesadelos durante o dia, neste momento ela sente sua pele queimar. Ele abre os olhos, mas está muito fraco para lutar, então Chas gentilmente posiciona sua mão próxima a boca da criatura. Ela solta um pequeno grito: "Ai!" . Então ele começa a chupar a seiva da vida, sua pele vai ficando menos pálida, sua força voltando, e Chas que antes sentiu a dor da mordida, agora sente sua pele queimar e a sensação de se entregar por completo à criatura. Mas então recobra os sentidos e o empurra para longe...

"Agora pode ir embora, não o queremos em nossas terras!". Afirma ela categórica, mas ele está confuso e perdido sem saber para onde ir.

"Quem é você?, Como sabia o que eu sou? ". Ele começa a fazer perguntas, mas Chas não as quer responder, seu desejo é que ele a possua. Porém ela olha dentros dos olhos dele, então ele percebe quem ela é e assume uma postura de defesa, mostrando suas presa e soltando um rosnado raivoso. Ela se transforma em um lobo negro e rosna mostrando suas presas...
27 de outubro de 2016

Sobre a Amizade - O Profeta de Khalil Gibran


Amizade

E um jovem disse: Fala-nos da Amizade.

E ele respondeu, dizendo:
O vosso amigo é a resposta às vossas necessidades.
Ele é o campo que cultivais com amor e colheis com gratidão.
E é o vosso apoio e o vosso abrigo.
Pois ides até ele com fome e procurai-o para terdes paz.
Quando o vosso amigo fala livremente, vós não receais o "não", nem retendes o " não".
E quando ele está calado o vosso coração não deixa de ouvir o coração dele; pois na amizade, todos os pensamentos, todos os desejos, todas as esperanças nascem e são partilhadas sem palavras, com alegria.
Quando vos separais de um amigo não fiqueis em dor, pois aquilo que mais amais nele tornar-se-á mais claro com a sua ausência, tal como a montanha, para quem a escala, é mais nítida vista da planície.
E não deixeis que haja outro propósito na amizade que não o aprofundamento do espírito.
Pois o amor que só procura a revelação do seu próprio mistério, não é amor mas uma rede lançada que só apanha o que não é essencial.
E deixai que o que de melhor há em vós seja para o vosso amigo.
Já que ele tem de conhecer o refluxo da vossa maré, que conheça também o seu fluxo.
Pois para que serve o vosso amigo se só o procurais para matar o tempo?
Procurai-o também para viver.
Pois ele vos preencherá os desejos, mas não o vazio.
E na doçura da amizade que haja alegria e a partilha de prazeres.
Pois é nas pequenas coisas que o coração encontra a frescura da sua manhã.
4 de setembro de 2016

Dica de Leitura: Poema Sou Como as Tulipas

flores, tulipas, como cultivar tulipas, poema de flores, flowers

Quando se fala em Tulipas, logo vem a imagem da Holanda, não é? Mas uma grande curiosidade que muitos não devem saber é que ela é originária da Ásia Central. 

Atualmente, já foram catalogadas aproximadamente 100 espécies de tulipas, além de centenas de tipos híbridos. No passado, ela era uma planta considerada muito valiosa pelos turcos e só poderia ser plantada em jardins reais. 

As tulipas também são associadas ao poder e prestígio, e além de tudo, são flores muito bonitas. E para ilustrar essa beleza, deixo com vocês um desenho de minha autoria e um lindo poema de Mone Uezo. Espero que gostem.


flores, tulipas, como cultivar tulipas, poema de flores, flowers

Sou como as tulipas


As tulipas invadem meus olhos com
Cores fortes e surpreendentes
Linda flor que à brisa se entrega
Em uma dança suave por conta do vento,
Vento esse que espalha o cheiro
no ritmo da dança da Vida.

Sinto-me livre como uma folha ao vento,
Tão livre como o próprio vento.
E não existe nada mais valioso do que a liberdade
De amar e ser amada.

Sou como as tulipas de cores
Variadas e bastante exóticas
Que estava à espera do vento
Da noite para me trazer
Até você, mas ele não apareceu
Por isso atrasei-me
Mas cheguei e estou na sua vida.

Fui como as tulipas
Que bailavam ao vento,
Molhei os dedos, Criei rios, Mares, Oceanos…
Possui todas as cores sem ser nenhuma delas
fui apenas furta-cor.

Vaguei no meu barco de papel.
Dei corda ao relógio...
Porque eu vivi com o cheiro do sol,
E com a luz do luar
Brincando com o vento. ...

As tulipas vermelhas são o mais associado
Com amor verdadeiro que encontrei em teus braços
Por isto gosto tanto delas
O significado principal da tulipa é o amor perfeito,
Que encontrei em você.

As tulipas sempre dão um sentido
E vida ao verdadeiro amor
Como o nosso grande e inesquecível
Encontro de almas.

Mone Uezo

Um grande beijo e até a próxima! 

Me Acompanhe também:

Quem Sou Eu

Beatriz, 34 anos, Aquariana, viciada por batons, fotografia, livros, viagens, moda e tudo que envolva este universo feminino. Maiores sonhos: Viajar e conhecer novos lugares!

Arquivos do Blog

Facebook

@b_shainavisualdesing

Pesquisar

Seguidores

Favoritos

Visualizacoes

Onde me Encontrar

Follow


Me Siga no Instagram @biashaina